Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Página Inicial
Currículos
Regina Silveira
Kazuo Wakabaiashi
Oswaldo Goeldi
Rubens Gerchman
Maria Tomaselli
Paulo Amaral
SALA IBERÊ CAMARGO
Miniquadros
Aldemir Martins
Alexandre Reider
Angela Lopes
Beth Mello
Beatriz Balen Susin
Augusto Rodriguês
Alice Soares
Alice Brueggmann
Vitório Gheno
Sansão Pereira
Paulo Marinho
Érico Santos
Alexandre Reider
Yugo Mabe
Vasco Prado
Tomie Ohtake
Suzana Sommer
Siron Franco
Sérgio Lopes
Paulo Houayek
Marcelo Grassmann
Juarez Machado
José Paulo Moreira da Fonseca
José Moraes
Iberê Camargo
Frank Schaeffer
Francisco Stockinger
Fernando Ikoma
Fernando Baril
Fang
Enrico Bianco
Edy Gomes Carollo
Domenico Lazzarini
Darcy Penteado
Clara Pechansky
Cícero Dias
Carlos Tenius
Britto Velho
Bina Monteiro
Bez Batti
Armando Romanelli
Antônio Soriano
Antônio Maia
Aldemir Martins
Adelson do Prado
Antônio Maciel
Antônio Soriano
Armando Gonzales
Augusto Rodriguês
Beth Mello
Bez Batti
Bina Monteiro
Britto Velho
Carlos Tenius
Cícero Dias
Clara Pechansky
Cleuza Soares
Cosme Martins
Daltro Borowski
Darcy Penteado
De Curtis
Domenico Lazzarini
Edy Gomes Carollo
Elizethe Borghetti
Ênio Pinalli
Enrico Bianco
Erico Santos
Escola Européia
Evans Fodrini
Fang
Fernando Baril
Francesco Brunocilla
Francisco Brilhante
Francisco Stockinger
Frank Schaeffer
Hilda Mattos
Iberê Camargo
Iná Fantoni
João Faria Vianna
José Moraes
José Paulo Moreira da Fonseca
Juarez Machado
Juliano Lopes
Júlio Ghiorzi
Kazuo Wakabayashi
Kenji Fukuda
Luiz Maristany
Marcelo Grassmann
Marcelo Hübner
Maria Tomaselli
Milton da Costa
Omar Petrelly
Patrícia Bohrer
Paulo Amaral
Paulo Houayek
Paulo Marinho
Regina Silveira
Ricardo Schulz
Rubens Gerchman
Sansão Pereira
Sérgio Lopes
Silvio Azamor
Siron Franco
Suzana Sommer
Suzi Etchepare
Tomie Ohtake
Vasco Prado
Vitório Gheno
Contato
  Carlos Tenius

Tenius, Carlos (1939)

Carlos Gustavo Tenius (Porto Alegre RS 1939). Escultor. Estuda artes com o Fernando Corona em 1962. Dois anos depois, forma-se em escultura na Escola de Artes da UFRGS. Em 1965, torna-se auxiliar de ensino das cadeiras de escultura e modelagem desta escola. Em 1967, cria uma escultura para a sede do IAB/RS e no ano seguinte, desenvolve a Pira da Pátria para a Prefeitura de Porto Alegre. Entre 1972 e 1975, participa de vários concursos de arte, conquistando a primeira colocação em 1975, quando apresenta proposta ao monumento comemorativo do Centenário da Imigração Italiana, em Farroupilha RS. Em 1977, obtém a vaga de professor assistente no Instituto de Artes da UFRGS, por concurso público. Dois anos depois, desenvolve o monumento em homenagem ao Marechal Castelo Branco, implantado no Parcão, em Porto Alegre. Expõe em coletivas desde 1961, recebendo, no ano seguinte, a medalha de ouro no 19º Salão Paranaense e o título de melhor escultor nacional no 3º Salão de Curitiba.

Fonte: Enciclopédia Itaú Cultural

< Voltar  .:.  Home >