Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Página Inicial
Currículos
Regina Silveira
Kazuo Wakabaiashi
Oswaldo Goeldi
Rubens Gerchman
Maria Tomaselli
Paulo Amaral
SALA IBERÊ CAMARGO
Miniquadros
Aldemir Martins
Alexandre Reider
Angela Lopes
Beth Mello
Beatriz Balen Susin
Augusto Rodriguês
Alice Soares
Alice Brueggmann
Vitório Gheno
Sansão Pereira
Paulo Marinho
Érico Santos
Alexandre Reider
Yugo Mabe
Vasco Prado
Tomie Ohtake
Suzana Sommer
Siron Franco
Sérgio Lopes
Paulo Houayek
Marcelo Grassmann
Juarez Machado
José Paulo Moreira da Fonseca
José Moraes
Iberê Camargo
Frank Schaeffer
Francisco Stockinger
Fernando Ikoma
Fernando Baril
Fang
Enrico Bianco
Edy Gomes Carollo
Domenico Lazzarini
Darcy Penteado
Clara Pechansky
Cícero Dias
Carlos Tenius
Britto Velho
Bina Monteiro
Bez Batti
Armando Romanelli
Antônio Soriano
Antônio Maia
Aldemir Martins
Adelson do Prado
Antônio Maciel
Antônio Soriano
Armando Gonzales
Augusto Rodriguês
Beth Mello
Bez Batti
Bina Monteiro
Britto Velho
Carlos Tenius
Cícero Dias
Clara Pechansky
Cleuza Soares
Cosme Martins
Daltro Borowski
Darcy Penteado
De Curtis
Domenico Lazzarini
Edy Gomes Carollo
Elizethe Borghetti
Ênio Pinalli
Enrico Bianco
Erico Santos
Escola Européia
Evans Fodrini
Fang
Fernando Baril
Francesco Brunocilla
Francisco Brilhante
Francisco Stockinger
Frank Schaeffer
Hilda Mattos
Iberê Camargo
Iná Fantoni
João Faria Vianna
José Moraes
José Paulo Moreira da Fonseca
Juarez Machado
Juliano Lopes
Júlio Ghiorzi
Kazuo Wakabayashi
Kenji Fukuda
Luiz Maristany
Marcelo Grassmann
Marcelo Hübner
Maria Tomaselli
Milton da Costa
Omar Petrelly
Patrícia Bohrer
Paulo Amaral
Paulo Houayek
Paulo Marinho
Regina Silveira
Ricardo Schulz
Rubens Gerchman
Sansão Pereira
Sérgio Lopes
Silvio Azamor
Siron Franco
Suzana Sommer
Suzi Etchepare
Tomie Ohtake
Vasco Prado
Vitório Gheno
Contato
  Paulo Amaral

PAULO CÉSAR BRASIL DO AMARAL

Currículo

PAULO AMARAL nasceu em Bagé, Rio Grande do Sul, em 1950. Iniciou seus estudos em pintura na Califórnia, em 1967. No Rio de Janeiro filiou-se à Sociedade Brasileira de Belas Artes, convidado pelo artista Sansão Campos Pereira, cujo ateliê freqüentou nos anos 70 com o incentivo deste excepcional amigo e mestre do qual recebeu forte influência em sua arte. Formou-se engenheiro civil, exercendo carreira por 30 anos em Porto Alegre, onde também presidiu o SINDUSCON-RS. Suas atividades no campo das artes não se restringiram ao ofício da pintura. Dirigiu o Museu de Arte do Rio Grande do Sul ( MARGS ) por dois períodos. Foi curador, pelo Rio Grande do Sul, da Saison Brésil-France (Ano do Brasil na França) e desempenha esta atividade dedicando-se em especial à identificação e ao incentivo de novos talentos nas artes plásticas. Como escritor, é autor de inúmeros textos críticos em livros e jornais e de apresentação de artistas plásticos. Sua pintura, iniciada nos anos sessenta com marinhas, passou a abordar a cena urbana estática, primeiramente através de detalhes que, como gravador e pintor, imprimia em suas fachadas, portas e janelas, tema que persistiu por quase três décadas durante as quais o artista desempenhou importante papel na preservação do patrimônio histórico de seu Estado. Sua pintura mais recente tem abordado o tema “Cidades vazias”, influência clara de suas freqüentes viagens pelo mundo. Seu currículo conta mais de quarenta exposições individuais no Brasil e no exterior, cerca de 150 coletivas, participação em salões de arte, como artista e jurado, e participações em acervos de museus. Representa a Galerie d’Art François Mansart, de Paris, para a curadoria e seleção de artistas brasileiros. Em 1994 recebeu a Ordem do Mérito das Belas Artes, no grau de Comendador. É membro da Academia Brasileira de Belas Artes, ocupando a Cadeira número 45, patronímica de Emiliano Augusto de Albuquerque Mello ( Di Cavalcanti ).

< Voltar  .:.  Home >