Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Página Inicial
Currículos
Regina Silveira
Kazuo Wakabaiashi
Oswaldo Goeldi
Rubens Gerchman
Maria Tomaselli
Paulo Amaral
SALA IBERÊ CAMARGO
Miniquadros
Aldemir Martins
Alexandre Reider
Angela Lopes
Beth Mello
Beatriz Balen Susin
Augusto Rodriguês
Alice Soares
Alice Brueggmann
Vitório Gheno
Sansão Pereira
Paulo Marinho
Érico Santos
Alexandre Reider
Yugo Mabe
Vasco Prado
Tomie Ohtake
Suzana Sommer
Siron Franco
Sérgio Lopes
Paulo Houayek
Marcelo Grassmann
Juarez Machado
José Paulo Moreira da Fonseca
José Moraes
Iberê Camargo
Frank Schaeffer
Francisco Stockinger
Fernando Ikoma
Fernando Baril
Fang
Enrico Bianco
Edy Gomes Carollo
Domenico Lazzarini
Darcy Penteado
Clara Pechansky
Cícero Dias
Carlos Tenius
Britto Velho
Bina Monteiro
Bez Batti
Armando Romanelli
Antônio Soriano
Antônio Maia
Aldemir Martins
Adelson do Prado
Antônio Maciel
Antônio Soriano
Armando Gonzales
Augusto Rodriguês
Beth Mello
Bez Batti
Bina Monteiro
Britto Velho
Carlos Tenius
Cícero Dias
Clara Pechansky
Cleuza Soares
Cosme Martins
Daltro Borowski
Darcy Penteado
De Curtis
Domenico Lazzarini
Edy Gomes Carollo
Elizethe Borghetti
Ênio Pinalli
Enrico Bianco
Erico Santos
Escola Européia
Evans Fodrini
Fang
Fernando Baril
Francesco Brunocilla
Francisco Brilhante
Francisco Stockinger
Frank Schaeffer
Hilda Mattos
Iberê Camargo
Iná Fantoni
João Faria Vianna
José Moraes
José Paulo Moreira da Fonseca
Juarez Machado
Juliano Lopes
Júlio Ghiorzi
Kazuo Wakabayashi
Kenji Fukuda
Luiz Maristany
Marcelo Grassmann
Marcelo Hübner
Maria Tomaselli
Milton da Costa
Omar Petrelly
Patrícia Bohrer
Paulo Amaral
Paulo Houayek
Paulo Marinho
Regina Silveira
Ricardo Schulz
Rubens Gerchman
Sansão Pereira
Sérgio Lopes
Silvio Azamor
Siron Franco
Suzana Sommer
Suzi Etchepare
Tomie Ohtake
Vasco Prado
Vitório Gheno
Contato
  Oswaldo Goeldi

Gravador, desenhista, ilustrador e professor. Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, filho do cientista Emilio Augusto Goeldi e de Adelina Meyer Goeldi, viveu dos 6 aos 24 anos na Suíça, onde, no período da 1ª. Guerra Mundial, abandonou o curso na Escola Politécnica para se matricular na École des Art et Métiers.

Decepcionado com a escola, passou a ter aulas com Serge Pahnke e Henri van Muyden. No mesmo ano, 1917, realizou sua primeira exposição individual em Berna / Suiça, quando conheceu a obra do austríaco Alfred Kubin, seu mentor artístico.

Na mesma época tornou-se amigo de Hermann Kümmerly, com quem fez suas primeiras litografias. De volta ao Brasil, em 1919, executou trabalhos de ilustrador. Dois anos depois, ao expor no saguão do Liceu de Artes e Ofícios, aproximou-se de pessoas interessadas na renovação da arte. A partir de 1923, dedicou-se intensamente à xilogravura, que conheceu com Ricardo Bandi.

Fez trabalhos para revistas, livros e periódicos. Em 1930 lançou o álbum "Dez Gravuras em Madeira", prefaciado por Manuel Bandeira, cuja venda permitiu seu retorno à Europa, onde expôs em Berna e em Berlim. Por volta de 1832 retornou ao Brasil e começou a experimentar o uso da cor em xilogravuras. Consolidado como ilustrador, expôs na 25ª. Bienal de Veneza em 1950 . Ganhou o Prêmio de Gravura da 1ª. Bienal Internacional de São Paulo em 1951.

Cinco anos depois, no MAM-SP, foi realizada sua primeira retrospectiva. Sua carreira como professor começou em 1952 e, após três anos, passou a ensinar xilogravura na Escola Nacional de Belas Artes. Sua obra já participou de mais de uma centena de exposições póstumas no Brasil, Argentina, França, Portugal, Suíça e Espanha. Hoje Oswaldo Goeldi é mundialmente venerado no meio artistico e suas obras são materias de referência no campo da gravura.

Fonte: http://www.oswaldogoeldi.org.br

< Voltar  .:.  Home >